12 de set de 2011

Não me faça sofrer


Estou sozinha neste quarto escuro
Me tirem daqui
Minha mente e minha alma, são minha prisão
E a tortura só acaba assim
Só acaba assim
Só acaba assim

É a hora
Fim de jogo
E eu sozinha aqui
Não te julgo em uma só palavra
Pois, naõ quero ser igual a ti
Não me faça sofrer, como te fiz sofrer por mim

E essa é a hora de me expressar
Ninguem vai me enganar
Vou tocar as nuvens, como um arranha-ceu
Não serei mais eu, como uma fenix
Que resurgi das cinzas

Eu não estou pronta pra vencer
Crescer como ninguem
Vou voar alem
Vou surpreender
Eu não vou sofrer
Não, não, não vou sofrer
Eu não vou sofrer
Eu não vou sofrer

Estou sozinha neste quarto escuro
Me tirem daqui
Minha mente e minha alma, são minha prisão
E a tortura só acaba assim
Só acaba assim
Só acaba assim

É a hora
Fim de jogo
E eu sozinha aqui
Não te julgo em uma só palavra
Pois, naõ quero ser igual a ti
Não me faça sofrer, como te fiz sofrer por mim
É a hora
Fim de jogo
E eu sozinha aqui
Não te julgo em uma só palavra
Pois, naõ quero ser igual a ti
Não me faça sofrer, como te fiz sofrer por mim

A vida parece não ser boa
Mas não pensse, vai melhorar depois
Basta você crêr
Que não é o fim
(como um arranha-ceu, só acaba assim)
Esse foi meu sonho
Esse foi meu sonho
Esse foi meu sonho

Não se preucupe comigo
Eu sou quem sempre fui
E ao silencio, eu digo
Por que me castiga de tal modo
Sofro por ti, mas mesmo assim
Não vou parar
Como um alguem que sente medo
E sem segredo, vou lutar

Estou sozinha neste quarto escuro
Me tirem daqui
Minha mente e minha alma, são minha prisão
E a tortura só acaba assim
Só acaba assim
Só acaba assim

É a hora
Fim de jogo
E eu sozinha aqui
Não te julgo em uma só palavra
Pois, naõ quero ser igual a ti
Não me faça sofrer, como te fiz sofrer por mim
É a hora
Fim de jogo
E eu sozinha aqui
Não te julgo em uma só palavra
Pois, naõ quero ser igual a ti
Não me faça sofrer, como te fiz sofrer por mim

Pouco a pouco vou chegando
Vou andando, quebrando minhas barreiras
Os meu medos, os meu sonhos
Tudo ficou Pra trás

Estou sozinha neste quarto escuro
Me tirem daqui
Minha mente e minha alma, são minha prisão
E a tortura só acaba assim
Só acaba assim
Só acaba assim

É a hora
Fim de jogo
E eu sozinha aqui
Não te julgo em uma só palavra
Pois, naõ quero ser igual a ti
Não me faça sofrer, como te fiz sofrer por mim
É a hora
Fim de jogo
E eu sozinha aqui
Não te julgo em uma só palavra
Pois, naõ quero ser igual a ti
Não me faça sofrer, como te fiz sofrer por mim

É a hora
Fim de jogo
E eu sozinha aqui
Não te julgo em uma só palavra
Pois, naõ quero ser igual a ti
Não me faça sofrer, como te fiz sofrer por mim
É a hora
Fim de jogo
E eu sozinha aqui
Não te julgo em uma só palavra
Pois, naõ quero ser igual a ti
Não me faça sofrer, como te fiz sofrer por mim

2 comentários:

  1. Rá! De novo eu surpreendida com seu talento...

    backstage-gi.blogspot.com (dá sua opinião sobre a nova postadora)

    ResponderExcluir
  2. Marco, perdão se te ofendi! Eu só tirei umas partes em que você usou o plural e ajeitei a fonte comun do blog... Ah, acho q as imagens foram importantes... Desculpe denovo.
    Sobre a música, você pode postar aqui mesmo!

    backstage-gi.blogspot.com

    ResponderExcluir